Vistos e Autorização de Residência

Existem vários tipos de vistos que podem ser solicitados por um cidadão estrangeiro. Em regra geral, os vistos são divididos em vistos de longa duração e de curta duração. Dentro destas categorias, os mais comuns e requisitados são os vistos de trabalho, vistos para empreendedores, vistos para estudo, vistos para aposentados, vistos para turismo, entre outros.

Visto de Trabalho

Se você é cidadão da União Europeia, Espaço Econômico Europeu ou Suíça, não necessita de visto de trabalho para trabalhar em Portugal. Entretanto, se você vier trabalhar em Portugal por mais de seis meses, deverá solicitar um Certificado de Residência.

Quem não é cidadão da União Europeia necessita obter um visto de trabalho para poder exercer qualquer atividade de trabalho em Portugal.

Entre em contato com a nossa equipe, solicite uma consulta e verificaremos qual o visto mais adequado para a sua situação em particular.

Visto de Empreendedor

O visto para imigrantes empreendedores, visa proporcionar uma autorização de residência a estrangeiros que tenham efetuado operações de investimento, ou comprovem possuir meios financeiros disponíveis em Portugal, incluindo os decorrentes de financiamento obtido junto de instituição financeira em Portugal, e demonstrem, por qualquer meio, a intenção de proceder a uma operação de investimento em território português.

A concessão ou indeferimento do pedido de visto levará em conta a relevância econômica e social do investimento feito ou proposto. O facto de ter aberto uma empresa em Portugal não é, por si só, garantia de que o visto será concedido.

Para obter-se um resultado positivo, é fundamental cumprir todas exigências do processo e, para tal, torna-se importante o acompanhamento por profissionais experientes nesta área.

A Tobo & Quintana presta assessoria completa a empreendedores que desejam investir em Portugal.

Contacte-nos e iremos analisar todas as particularidades do seu caso, tornando o seu processo ágil e seguro.

Visto de residência para aposentados ou titulares de rendimentos próprios (Visto D7)

Se está aposentado ou possui rendimentos próprios e pretende desfrutá-los em Portugal, entre em contato com a nossa equipa e verifique se, para além dos requisitos de solicitação do visto, também possui requisitos para solicitar a inclusão no regime do residente não habitual, o qual permite a aplicação de uma tributação à taxa fixa de 20% sobre os rendimentos obtidos em Portugal e, em alguns casos, a isenção total do imposto sobre o rendimento por um período de 10 anos.

Autorizações de Residência
Acesse a página específica: Autorização de Residência

Se desejar maiores informações sobre a obtenção de vistos para Portugal, poderá entrar em contato conosco através do formulário abaixo. Nossa equipe possui ampla experiência em todos os processos, evitando atrasos ou resultados desfavoráveis, muitas vezes causados até mesmo por meras formalidades processuais.

Analisaremos cuidadosamente as particularidades do seu caso, para que tenha um atendimento personalizado.